O que você está procurando? Encontre artigos, dicas de especialistas, inspirações e modelos de checklists.

O cerimonial de casamento passo-a-passo

Podemos começar dizendo que o casamento é o acontecimento mais importante para os noivos. Eles vão formar uma nova família, gerar filhos, criar uma nova lista de necessidades e responsabilidades. Geralmente, a noiva é a mais interessada nos detalhes que envolvem uma cerimônia de casamento. A explicação é bastante óbvia. No dia do evento ela é a figura de maior brilho no andamento de todo o processo. Assim sendo, nada mais justo que direcionar os holofotes todos para sua imagem. Pode-se dizer que o casamento é a realização de um grande sonho. Não importa se o sonho é dela, dele ou dela e dele… Sonhos são sonhos! Quando se realizam, o cerimonial de casamento precisa ser conduzidos com todos os cuidados e produzido com a maior pompa.

Contudo não se pode esquecer que, do ponto de vista religioso, o casamento é a celebração do amor de Deus pelos seus filhos e a manifestação do amor dos filhos para seu Criador. Por todos esses motivos, a organização profissional da cerimônia de casamento é aconselhável, para que saia tudo perfeito, mas qual deles escolher?

Profissionais: Assessoria de Casamento e Cerimonialista

Se você deseja que em sua festa de casamento, as coisas aconteçam dentro de uma escala de acertos e perfeição, você precisa contratar pessoal especializado no assunto. Existem profissionais para todos os gostos e custos. Você deve fazer uma boa pesquisa e junto com ela, coletar informações a respeito daquele que pretende contratar; mesmo porque existe uma pequena diferença entre Assessor e Cerimonialista, enquanto o assessor para casamento tem suas funções realizadas principalmente na organização “pré-evento”, o cerimonialista concentra seus esforços mais próximo à data (principalmente no dia do casamento) e ajuda na condução do cerimonial.

O cerimonial de casamento

Qualquer que seja ela, a cerimônia é cercada de muita expectativa e ansiedade. Todas são rodeadas de uma sensação de suspense e mistério. Por conta destes aspectos, são vistas com muita seriedade e respeito. Na cerimônia de casamento, os participantes são: os noivos, pais, padrinhos, daminhas, e convidados. Não significa que não possam ser incluídos outros participantes, neste quesito a regra é maleável.

A celebração do casamento é constituída de um ritual onde cada etapa representa um momento para ser compreendido pelos noivos e seus convidados: uma evocação bíblica, uma orientação, um cântico, uma oração. Cada religião tem um rito próprio para os momentos. Nosso propósito aqui é elaborar um roteiro do cerimonial de casamento mais utilizado pelas religiões católica e evangélica, para que você entenda como funciona.

Cerimônia de casamento católico

Antes de tudo, é preciso dizer que a igreja católica admite a cerimônia de casamento com missa ou sem missa. A diferença é que, no casamento com missa, a liturgia prevê todos os ritos de uma missa normal, inclusive com a distribuição da Eucaristia aos noivos, pais e padrinhos. De resto tudo é igual a um rito tradicional.

Escolha a música com antecedência

Vale lembrar que a igreja católica é muito rigorosa quando se trata de cantos aceitáveis e boas músicas para casamento. Portanto, reforça-se a necessidade de uma triagem, com antecedência, sobre as músicas a serem cantadas durante todo o cerimonial de casamento.

A ordem de entrada e ritos da cerimônia de casamento

Nós enumeramos a ordem dos acontecimentos no roteiro para casamento religioso desde à chegada dos convidados, vamos à ela:

01 – Convidados comuns à medida que vão chegando, podem se acomodar à vontade dentro do recinto, respeitando-se eventuais lugares reservados.

02 – Mãe da noiva e pai do noivo entram na igreja pelo corredor central e se posicionam no lugar reservado. Ela se encaminha para o lado esquerdo do recinto, ele para o lado direito. Neste formato, o pai da noiva e a mãe do noivo, aguardam à porta do recinto para acompanhar os respectivos filhos. É bom observar também, que é usual entrarem os dois casais de pais, deixando seus respectivos parceiros no local reservado. Em seguida, saindo pelas laterais do recinto, o pai da noiva e a mãe do noivo, voltam à porta para entrarem, nos momentos apropriados, com os respectivos filhos.

03 – Depois é a vez dos padrinhos. Pela porta principal entra primeiro um casal de padrinhos da noiva (de braços ou mãos dadas; ela do lado esquerdo dele) e se posiciona no lado esquerdo do local de celebração. Em seguida entra um casal de padrinhos do noivo e se posiciona no lado direito, alternando-se sucessivamente até que todos estejam dentro do recinto.

04 – Em seguida entram o noivo com sua mãe, ou pessoa escolhida para tal; de braços ou mãos dadas. A mãe do lado esquerdo do noivo.

05 – Se existirem daminhas, pajens ou florista, podem entrar logo após o noivo e aguardar no altar, ou entrar antes da noiva e aguardar no altar. Meninas à esquerda, meninos à direita.

Quando todos estiverem a postos no local da celebração, a porta será fechada para que ninguém veja a chegada da noiva à igreja. O objetivo é proporcionar uma surpresa a todos durante sua entrada.

06 – Com o início da marcha nupcial, a porta é reaberta e a noiva entra acompanhada de seu pai. (A noiva caminha do lado direito de seu pai, ou pessoa escolhida para tal; de braços ou mãos dadas).

Neste momento tem início o ritual da igreja.

07 – Primeiramente o celebrante promove a Acolhida aos noivos, com a saudação inicial e oração prescritos no ritual de casamento.

08 – Depois vem a liturgia da palavra, o salmo e o canto de aclamação.

É importante observar que é possível a entrada das alianças, neste momento, trazida por uma daminha desde à porta principal. Em outros casos ela já se encontra à frente dos noivos no altar.

09 – O celebrante confirma junto aos noivos, perante as testemunhas e convidados, o desejo de ambos em contrair o matrimônio seguido do tradicional diálogo do “sim”.

10 – Depois do rito das promessas, já com o consentimento de ambos é feita a bênção das alianças.

11 – O casal realiza a troca de alianças e são autorizados a se beijarem.

12 – O celebrante profere uma fala dizendo que doravante são marido e mulher. Os livros de registro são assinados pelo casal e seus padrinhos.

Cortejo de saída

Se existirem daminhas, pajens e floristas, eles saem logo à frente do casal até à porta de saída. Em seguida saem os pais da noiva, os pais do noivo e os padrinhos de ambos na mesma ordem que entraram.

Cumprimentos

Modernamente se permite apenas os cumprimentos dos pais à porta de saída da igreja. Se houver uma festa de recepção, os padrinhos poderão cumprimentar o novo casal em ambiente reservado e especialmente preparado. Costuma-se também aproveitar o momento para a tiragem de fotos com os pais, parentes, padrinhos e amigos. Depois, na recepção, todos os convidados poderão cumprimentar o casal.

Ritual do casamento evangélico

Noivos próximo de se casarem em uma igreja evangélica

A princípio não existe uma diferença significativa entre o cerimonial de casamento evangélico e o católico, o procedimento é o mesmo.

As regras do Ritual Evangélico também são maleáveis, permitindo pequenos ajustes desde que negociados com antecedência junto ao celebrante. O formato de entradas obedece ao mesmo padrão, assim como as saídas. Deve se levar em consideração o formato de entradas: quem entra com quem, posicionamentos ao lado do parceiro, posicionamento no local reservado aos pais, padrinhos, daminhas, pajens e floristas… De resto é tudo muito igual.

Concluindo o passo-a-passo do cerimonial de casamento…

Note que até agora falamos do cerimonial de casamento feito numa igreja, mas é possível realizá-lo em lugares alternativos, como castelos, salões de festas, restaurantes e até ao ar livre. No caso de optar por um lugar diferente, é preciso comunicar com antecedência ao celebrante e sua equipe, para que ele possa promover alguma alteração nos ritos caso seja necessário.

A gente lembra, ao finalizar este apanhado sobre Cerimônia de Casamento, que o interessado sempre tenha em mente a necessidade de procurar informações com bastante antecedência junto a pessoa do celebrante, de qualquer religião, ou um profissional qualificado, para que informe com segurança os detalhes a serem trilhados quando da realização da sua cerimônia de casamento. Espero que tenham gostado do artigo! 🙂

Eu sou o Fidelis, da mobilize. Até mais.

Vote! Quantas estrelas esse artigo merece?

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
A média até agora é 4,53 de 5
Loading...

Comentários

O melhor sistema para organizadores de eventos.
Conquiste seus noivos, aumente sua produtividade e tenha total controle da suas tarefas.
Saiba Mais