O que você está procurando? Encontre artigos, dicas de especialistas, inspirações e modelos de checklists.

16 dicas para organizar um casamento econômico e simples

A gente tem bastante contato com cerimonialistas, casais e, nessas idas e vindas, acompanhamos muita gente que sonhou muito com cada detalhe de seu casamento. Principalmente as noivas.

E é comum que os noivos tenham pouca grana reservada para organizar a cerimônia e a festa. A vontade de realizar o sonho é tanta que muitos casais ficam desapontados. Ou pior, acabam gastando até o que não podem.

E aí surgem outros problemas. O constrangimento em não convidar certas pessoas ou saber se os fornecedores mais baratos são realmente competentes. Mas existem maneiras de se fazer um casamento simples, barato e ao mesmo tempo alcançar suas expectativas.

A gente reuniu uma série de sugestões interessantes que os cerimonialistas nos passam e também soluções criativas que os próprios noivos têm e que valem a pena serem compartilhadas, além de dicas para você ganhar tempo ao planejar o casamento.

Organizar um casamento com economia vai exigir que você observe alguns detalhes importantes antes de tentar economizar em todos os itens da cerimônia e da festa.

1. O tempo

Quanto mais tempo você tiver para organizar o casamento, melhor. O ditado “tempo é dinheiro” cai bem aqui, pois planejando com antecedência você consegue:

  • conseguir melhores negócios com os fornecedores;
  • escolher lugares antes das reservas se esgotarem;
  • agendar visitas, reuniões e;
  • acima de tudo: pesquisar com calma.

Além disso, para fazer você mesma as lembrancinhas ou convites do casamento, terá de separar tempo para isso.

2. A pesquisa

A pesquisa é trabalhosa? Sim! Você vai gastar bastante tempo na internet e pode não conseguir achar tudo por lá. Nesse caso, pode ter que acabar buscando recomendações com pessoas conhecidas. Às vezes, nem a internet e nem os conhecidos conseguirão te ajudar.

Contratar uma organizadora profissional é algo que recomendamos fortemente: é um bom custo-benefício!

Seja como for, a pesquisa é a melhor maneira de descobrir os menores preços e avaliar a qualidade do profissional para casamento. Como resultado de uma boa pesquisa, nos próximos passos você conseguirá criar o orçamento do seu casamento de forma mais rápida.

3. e 4. O planejamento e a organização

O tempo te dá margem para negociar e pesquisar. A organização permite que você não se perca no meio do caminho. Procure sempre criar planilhas para a lista de tarefas, orçamento e a lista de convidados do evento.

Ah, é importante que as listas estejam atualizadas. Dessa forma, a cada mudança você poderá comparar informações e saber se a organização do casamento simples está em dia.

5. A lista de convidados enxuta

Os aliados anteriores são importantes para definir o custo do evento. O número de convidados é essencial.

Pesquisar, bater perna e pechinchar pode te gerar uma economia de 30-35%. Cortar o número de convidados fará o custo do evento cair proporcionalmente.

Eu sei que enxugar a lista de convidados é difícil e dá uma dor no coração, mas é algo fundamental para um casamento econômico.

6. E como (não) convidar sem se constranger? 

Fazer a lista de convidados de um casamento simples pode gerar muito estresse se as as pessoas bastante envolvidas no casamento (noivos e pais dos noivos) não estiverem acertadas.

O casal deve ser bastante sincero consigo mesmo e com os colegas e familiares que podem não serem convidados para a festa.

7. Como fazer a lista de convidados de um casamento econômico

Existem maneiras interessantes de você fazer a lista de um casamento barato sem se estressar. Vamos à elas:

  • Evitar fazer listas separadas, pois isso geralmente acaba aumentando o número de convidados;
  • Ser bastante sincero com os pais, pedindo que chamem apenas amigos muito próximos para o “casamento com pouca grana”;
  • De dentro pra fora: comece pela família imediata (irmãos, pais e primos, tios com quem tem bastante contato), os amigos mais próximos e depois pense na família mais distante ou colegas de estudo e trabalho.

Você vai ver que a lista de convidados vai aumentar rapidinho!

A gente também sugere que você liste todo mundo que quer convidar e depois vá cortando, de acordo com a proximidade que vocês têm com aquelas pessoas.

Ah, sempre acontece de aquelas pessoas que você não convida acabarem ficando “de bico”.

Não posso convidar todo mundo, e agora?

Aqui o principal conselho é que o casal seja sincero e esperar que as pessoas entendam, porque elas têm que entender.

Então, não se sintam obrigados à convidar alguém que não possam (ou não queiram). Os noivos são os donos da festa e devem estar cercados por quem mais importa para eles no dia do casamento.

8. Agradar à todos: maneiras de não se fazer

A primeira dica é: não tente. At all.

  • Você não vai conseguir agradar todo mundo nem que fizer um casamento em Londres e a benção final for da própria Rainha Elizabeth. Simplesmente aceite que as pessoas são insaciáveis;
  • Quando você pensa muito nos outros acaba esquecendo de você, o dono da festa. A sua opinião é a mais importante de todas. Faça o que vai te satisfizer e o resto acontece.

9. Também não tente imitar o “chique”

Vemos muitas noivas que não têm condições de comprar um vestido específico ou contratar a melhor decoradora buscando maneiras de transformar o que elas têm, para que passe um ar de chique, requintado.

Isso simplesmente não rola: a imitação continuará imitação e você vai mostrar algo que não é. A solução pra isso chama-se originalidade.

Faça coisas simples, originais e criativas, pois a elegância vem do bom-gosto e não do valor da nota fiscal.

10. Nunca gaste o que não tenha

Já vimos alguns casais gastando o que não têm para organizarem a festa dos sonhos. Muitos fazem isso para agradar amigos e família e, tudo bem, o evento acontece…

Mas nem assim os convidados passam a achar tudo perfeito – sempre tem algo errado. No final do dia, quem irá começar a vida de casado cheio de dívidas é o próprio casal. Isso não vale a pena pois só quem está envolvido sabe o quanto custa um casamento.

Ainda sobre casar sem grana, é interessante frisar que em um casamento com pouco dinheiro algumas vezes vale a pena fazer as coisas em casa. Porém, em certos casos as soluções caseiras não são nem um pouco recomendadas.

11. Quando o faça você mesmo vale a pena? E quando não vale?

Custo-benefício é comparar o que você vai ter que investir com o que você vai ter como resultado.

Conhecemos algumas noivas que eram multi-talentosas, com habilidades fantásticas para fazer os próprios convites, a decoração ou organizarem o buffet do casamento.

Também já vimos muitas que assumidamente não “manjavam” como criar coisas por conta própria. E não há mal algum nisso, elas foram lá e contrataram alguém para fazer.

E o que queremos dizer com isso?

Quero dizer que em um casamento com pouco dinheiro, deve-se avaliar muito bem o que você e as pessoas próximas sabem fazer e o que vocês não sabem fazer, para então começar algo.

O primeiro caso com certeza vai gerar economia e trazer um resultado ótimo no dia do evento. Se as coisas não derem certo, você pode acabar gastando mais do seu tempo precioso, se estressando e terminar com um resultado que você mesmo não goste.

É o tal do baixo custo-benefício.

De qualquer forma, existem itens do casamento simples e barato em que você corre menos risco de fazer “você mesmo”, sem contratar um profissional.

12. Faça em casa o que você e pessoas próximas saibam fazer

  • Convite de casamento: Uma opção é fazer um modelo simples em uma gráfica e deixar por sua conta a decoração customizada do convite, como lacinhos de fita ou renda. Ou mesmo fazer convites por conta própria.
  • Bolo de casamento e docinhos: É possível fazer em casa, ou mesmo montar cupcakes e montar de uma forma que fiquem em andares. Ainda tem a opção de usar um bolo fake e colocar um bolo pequeno apenas no último “andar” do bolo.
  • Buffet: Aqui você pode usar sua criatividade mais livremente. É possível fazer o casamento simples em horário de almoço, ou no final da tarde (e servir refeições diferentes, como um coffee break). Ou, claro… fazer uma bela janta com pessoas próximas que tenham um ótimo tempero e estejam dispostas a ajudar, que tal?
  • Lembrancinhas: Bem-casados muito bonitinhos e gostosos são um sucesso! É uma lembrança que, provavelmente não vai durar muito tempo, mas que cai no gosto dos convidados. Para torná-la mais especial, é legal anexar um cartãozinho escrito à mão agradecendo a presença dos convidados.

13. Em que devo evitar “soluções caseiras”?

Sabe aquela história que alguém sempre conta de algo que deu muito errado no casamento da Fulana? Então, todos estamos sujeitos a erros de profissionais.

Imagine se colocarmos nas mãos de amadores as coisas importantes. São detalhes que vão marcar sua história. Na minha opinião, não vale a pena fazer você mesmo:

  • Fotógrafo e Vídeo: Não vale a pena deixar o serviço de registrar os momentos de um dos dias mais importante da sua vida nas mãos de um amador. Contrate o melhor fotógrafo de acordo com o orçamento do seu casamento barato!
  • DJ, Músico ou Banda: Tanto na cerimônia quanto na festa de casamento, deixar que amadores se encarreguem pela música que vai conduzir seu casamento econômico é um risco que não deve se correr. Uma opção é montar uma ótima lista de músicas para casamento e utilizar o famoso “DJ pendrive”.

Enfim, pense nas coisas que vocês dão muito valor no casamento e invista parte do orçamento do evento nelas (sempre pesquisando, é claro).

14. Escolhendo os fornecedores de um casamento barato

Sem conhecer o mercado já é difícil encontrar fornecedores de qualidade e confiáveis. Imagina acertar na contratação de uma empresa com todas essas qualidades e que ainda seja em conta?

É algo muito desafiador… Mas nada impossível, levantamos algumas informações muito úteis na hora de organizar a lista de fornecedores e contratá-los para um casamento econômico.

A busca de um bom fornecedor passa obrigatoriamente por muita pesquisa:

  • pedir referências com amigos, familiares ou o seu cerimonialista;
  • na internet, visualizar os trabalhos dos fornecedores em suas páginas e sites, e;
  • solicitar orçamentos para os que se encaixarem no perfil do seu evento (e quanto maior o número de orçamentos que você conseguir, mais informação você tem para tomar a decisão final).

Em uma visita presencial que sentimos no ar se o profissional é confiável e entregará o que está prometendo. É importante que sejam feitas essas reuniões com aqueles fornecedores que tiverem se encaixado tanto no perfil quanto no orçamento do casamento.

15. Peça vários orçamentos (e detalhados)

Quando for orçar fornecedores para casamento busque em vários deles, pois isso vai te dar uma boa noção antes de tomar a decisão. A gente aconselha que antes de contratá-los para o seu casamento econômico, você forneça detalhes sobre o que realmente quer contratar.

Se as conversas avançarem, certifique-se de que estará tudo em um contrato bem claro e definido, para não haver problemas posteriores.

Isso vai reforçar ainda mais o contrato firmado e evitar a famosa frase “isso não está incluído no orçamento que eu te enviei”.

16. Não compre nada no impulso

Todos nós somos compradores natos: nos sentimos ótimos adquirindo seja um celular, uma bolsa… E os próprios fornecedores para casamento dizem que “quando o assunto é gastar com o evento dos sonhos o cliente não pensa muito em dinheiro, pois o sonho não tem preço”.

Mas você que chegou até aqui na leitura desse artigo, não é qualquer “cliente” e portanto, não vai agir por impulso, né?

Siga a seguinte regra: não tome decisão no calor do momento. Simples assim. Surgiu uma promoção ou o fornecedor disse que a agenda dele está quase cheia? Não feche nada antes de comparar e realmente definir que a proposta é a melhor para o seu casamento simples e barato.

Você viu que é possível fazer um casamento simples e barato desde que haja dedicação nos preparativos e organização para não deixar nada passar. Espero que o artigo tenha sido útil e, caso você tenha uma dica para nos falar, comenta aí embaixo da postagem!

E não se esqueça de conferir a mobilize eventos, e tornar a sua organização ainda mais fácil! 🙂

Eu sou o Tainan, da mobilize. Valeu!

Vote! Quantas estrelas esse artigo merece?

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
A média até agora é 4,60 de 5
Loading...

Comentários

O melhor sistema para organizadores de eventos.
Conquiste seus noivos, aumente sua produtividade e tenha total controle da suas tarefas.
Saiba Mais